Qual é o novo perfil do gestor de TI?

Qual é o novo perfil do gestor de TI?

O perfil do gestor de TI que as empresas buscam não se resume, já há um bom tempo, a alguém especializado somente em infraestrutura e tecnologia. Mais do que nunca, as corporações buscam por profissionais que agreguem conhecimento às rotinas de trabalho e ao negócio principal da empresa.

Neste artigo, vamos mostrar para você como as atribuições do gestor de TI têm mudado nos últimos anos. Você verá de que maneiras uma gestão de TI eficiente contribui para o crescimento de uma companhia, além de conhecer as novas responsabilidades do cargo em um mundo cada vez mais dinâmico.

Está preparado para se tornar uma figura-chave para o crescimento da sua empresa? Então continue a leitura!

O perfil do gestor de TI ao longo dos anos

O estereótipo do profissional de tecnologia — visto como alguém introspectivo, ou que prefere conversar sobre códigos de programação e novidades tecnológicas a outros assuntos — é bastante conhecido. E, de certa maneira, esse foi mesmo o perfil de um típico profissional da área durante muito tempo.

Mas devido às intensas transformações tecnológicas da nossa época, a área de TI passou a ter uma importância cada vez maior dentro das empresas. Com isso, quem antes era visto como um mero suporte para assuntos de tecnologia passou a ter um papel decisivo na tomada de decisões e na definição de estratégias das empresas.

Com seu protagonismo cada vez mais em evidência no mercado, o profissional de TI que quiser ser bem-sucedido vai precisar sair da posição de analista e ser muito mais proativo e estratégico.

As características de um bom gestor

Ao depararmos com o título de gestor, é comum pensarmos em cargos extremamente importantes numa empresa, algo como um chefe, líder ou mesmo o dono da companhia. Entretanto, há muitas diferenças entre todos esses cargos, inclusive no próprio modo de se relacionar com os negócios e as pessoas da corporação.

Gerir significa administrar. E a administração compreende dominar conhecimentos sobre planejamento, organização, controle e direção, sempre a favor do crescimento. Logo, um gestor competente precisa saber gerenciar a empresa como um todo — e isso inclui as tecnologias, os processos e, fundamentalmente, as pessoas.

Com o gestor de TI, a coisa não é diferente. Todavia, mesmo com a intensa demanda por esse perfil, ainda é difícil encontrar alguém assim no mercado, em especial entre os profissionais mais experientes, pois já são acostumados a outra dinâmica de trabalho. Essa postura mais inflexível diminui muito a empregabilidade.

Como uma gestão de TI eficiente contribui para a empresa

As empresas demandam cada vez mais agilidade para solucionar problemas e estruturar projetos. Sendo assim, muitas delas têm optado por reduzir as etapas de reunião e planejamento, modificando as hierarquias e o processo de gerenciamento de equipes. Ao mesmo tempo em que essas medidas geralmente resultam numa eficiência maior, a necessidade de um profissional de TI mais completo torna-se urgente.

Todas essas mudanças são um reflexo das transformações do próprio mercado. Com equipes cada vez mais ágeis, os líderes precisam estar mais próximos dos seus times para serem capazes de direcioná-los corretamente, fazendo com que o seu trabalho se transforme numa mistura de atribuições executivas, funcionais, técnicas, operacionais, dentre outras.

As habilidades mais valorizadas pelas corporações

Características típicas da profissão, como o controle de orçamento e de horas, planejamento estratégico e contratações, ainda são requisitadas. Todavia, além dessas atividades-padrão, outros atributos complementares são cada vez mais exigidos.

A seguir, listamos algumas das características que as empresas mais têm valorizado no novo perfil do gestor de TI:

1. Ter entendimento do negócio

O gestor de TI precisa ser um profundo conhecedor dos negócios da empresa, participando das atividades comerciais sempre que possível. Quando você alia o seu know-how ao conhecimento do negócio, a sugestão de ideias que podem trazer benefícios para a companhia fica muito mais fácil e intuitiva.

2. Ser proativo e ter visão estratégica

As empresas buscam por profissionais capazes de identificar novas tecnologias essenciais não apenas para os clientes, mas também para a própria corporação. Saber operar com indicadores e ter uma visão estratégica do futuro é vital para ser bem-sucedido — logo, o gestor de TI precisa ser proativo e capaz de otimizar os processos de trabalho.

3. Ter boas habilidades de comunicação

Quando um gestor de TI é capaz de se comunicar com clareza e objetividade, consegue liderar equipes que desenvolvem ideias e soluções em conjunto.

Saber se comunicar de maneira eficiente é importante não apenas no ambiente corporativo: trata-se de uma característica útil também para o seu relacionamento externo.

4. Saber gerenciar as pessoas

O bom gerente de TI deve ter a capacidade de gerir não apenas os processos, mas também os seus colaboradores. Oferecer feedbacks precisos é fundamental para manter um bom ambiente na equipe, pois evita conflitos e retém os profissionais talentosos.

5. Ser um negociador perspicaz

Saber negociar com os demais setores da própria companhia é fundamental para obter melhores resultados no trabalho em conjunto. Além disso, nas empresas em que não há um setor de compras, o gestor de TI pode desempenhar um papel ainda mais importante ao negociar contratos e parcerias com os fornecedores: aqui, bons resultados podem render grandes economias para a corporação.

A necessidade de estar em constante transformação

Como você quer que o seu trabalho seja percebido? Cada empresa tem uma necessidade diferente e busca um perfil específico — logo, você precisa estar atento para adaptar-se às exigências da posição que você deseja preencher. De qualquer forma, o mínimo que se espera de um bom gestor de TI no panorama atual do mercado é que as suas qualidades gerenciais e técnicas sejam bem desenvolvidas.

Isso não significa, no entanto, que você não precisará mais se preocupar em aprender. Pelo contrário: as empresas valorizam muito quem prima por um aprendizado contínuo, especialmente se isso englobar características de relacionamento interpessoal e de comunicação.

E você? Já tem esse novo perfil do gestor de TI ou ainda precisa desenvolver algumas habilidades?

Se quiser aprender a reduzir os custos em TI, mas sem perder a qualidade nos processos, confira este outro artigo daqui do blog. Até o próximo texto

Gostou desse conteúdo?

Fique atualizado recebendo gratuitamente nossos artigos diretamente no seu email

(Visualizado 97 vezes, 1 vezes visualizado hoje)

Também pode lhe interessar

x

[GUIA PARA NUVEM + PLANILHA]

KIT MINHA TI MELHOR EM 2018

Preencha abaixo para acessar o material.