Move to the cloud: a remoção das barreiras para adoção da computação em nuvem

Move to the cloud: a remoção das barreiras para adoção da computação em nuvem

A computação em nuvem é uma tecnologia muito utilizada pelas empresas como estratégia de negócios, uma vez que permite desenvolver um forte diferencial competitivo. A maior flexibilidade na demanda por serviços e a otimização de custos são alguns exemplos das vantagens competitivas que esse processo traz.

Mas o fato de que nem todos conheçam essa tecnologia faz com que muitas empresas deixem de participar dela e, consequentemente, acabam perdendo grandes oportunidades. Para que isso não aconteça com o seu negócio, listamos abaixo algumas informações que vão ajudar nesse sentido. Confira!

Computação em nuvem como estratégia de otimização de processos

Ao migrar a infraestrutura de TI para a nuvem, ela deixará de ser física e passará a ser virtual, dispensando a necessidade de espaços físicos para o armazenamento de servidores.

Além disso, você terá a flexibilidade para aumentar ou diminuir a infraestrutura de tecnologia utilizada no momento que for necessário. Conforme sua empresa cresça, ficará fácil obter mais capacidade de armazenamento, autorizar acesso a novos usuários, além de outros aspectos referentes à escalabilidade.

A equipe de TI, por sua vez, pode ter seus esforços direcionados para outras áreas, como a de planejamento estratégico, monitoramento e controle das operações.

A segurança é outro ponto forte desse processo. Além da física — instalação dos servidores —, que fica por conta da empresa provedora dos serviços, as ferramentas e recursos de segurança utilizadas pela computação em nuvem oferecem um forte esquema contra acessos não autorizados e a perda parcial ou total dos dados. Isso inclui:

  • backups periódicos;
  • segurança lógica na autenticação de usuários;
  • uso de firewalls de proteção;
  • grupos e zonas de segurança organizadas em camadas.

O que impede você de migrar para a nuvem?

Alguns mitos em relação à computação em nuvem ainda existem e podem atrapalhar o julgamento justo e consciente da estratégia. Descubra agora os principais mitos e elimine de vez essas barreiras:

Mito 1: é muito caro

É um mito pensar que migrar para nuvem é muito caro. A nuvem possui flexibilidade para atender demandas específicas e negócios variados. Isso quer dizer que ela pode ser utilizada por empresas de qualquer porte, sendo escalável e adequando-se às necessidades de demandas momentâneas.

Nesse novo cenário, a empresa que contrata os serviços de computação em nuvem paga apenas pelo espaço, recursos e ferramentas que utiliza, tornando o acesso mais justo e possível a todos os negócios.

Mito 2: não é seguro

A ideia de que os dados seriam roubados ou vazados na internet, além de perdas por falhas nos servidores é outro mito. Os fornecedores de nuvem contam com recursos avançados de segurança. Veja alguns exemplos:

  • backups: sistemas regulares e automatizados criam réplicas para serem armazenadas em servidores diferentes, garantindo a segurança contra perda de dados;
  • criptografia de dados e registros: protege a integridade e confidencialidade das informações, ao mesmo tempo que os registros viabilizam um histórico completo das atividades dos usuários;
  • firewalls de proteção: identificam tráfego na rede com qualidade e realizam bloqueios automáticos para evitar interrupções no serviço ou perdas de dados, além de criar regras de acesso específicas de acordo com as características da sua aplicação.

Mito 3: não representa um benefício financeiro

A migração para a computação em nuvem otimiza investimentos, mas algumas pessoas não percebem os benefícios financeiros da transição para a computação em nuvem pelo fato de os cálculos de custos operacionais não serem facilmente mensuráveis.

Porém, é possível calcular o ROI — Retorno Sobre o Investimento — obtido após a transição e operacionalização desse investimento. Isso pode ser observado na economia nos custos totais da operação. Além disso, algumas melhorias também podem ser facilmente percebidas, como:

  • acesso de dados remotamente;
  • redução dos riscos de indisponibilidade dos sistemas;
  • menos preocupação com manutenção de equipamentos;
  • aumento da segurança e da disponibilidade de informações corporativas.

Agora não há mais barreiras a serem derrubadas para a adoção da computação na nuvem. O caminho está livre para você investir em uma estratégia que impulsione ainda mais o seu negócio para o crescimento. Tudo de forma segura e eficiente.

Que tal começar agora? Entre em contato com a gente agora mesmo e veja como podemos ajudar!

Gostou desse conteúdo?

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos diretamente no seu email

Também pode lhe interessar