Entenda como criar uma cultura de inovação em sua empresa

Entenda como criar uma cultura de inovação em sua empresa

Em um mundo de alta competição e com transformações que chegam cada vez mais rápido, inovar é a palavra de ordem para as empresas que desejam se manter competitivas. Porém, os custos intrínsecos a essa atividade, muitas vezes, acabam impedindo sua implantação, o que pode ser extremamente prejudicial para o futuro da companhia.

No entanto, esse dilema pode ser superado com uma arma simples e eficaz que você pode começar a adotar agora mesmo: uma cultura de inovação na sua empresa.

Neste artigo, você entenderá o que é cultura de inovação e verá como a TI pode contribuir decisivamente para promover esse comportamento na gestão do seu negócio. Continue conosco e siga a leitura para entender mais!

O que é cultura de inovação

No dicionário, a palavra cultura é definida como o “conjunto dos conhecimentos adquiridos”, bem como “as normas de comportamento, saberes, hábitos ou crenças que diferenciam um grupo de outro”. Logo, não se trata de uma coisa imediata: é preciso conquistá-la.

A mesma coisa ocorre com a cultura de inovação. De maneira geral, ela acontece quando o ambiente corporativo não cria dificuldades para a adoção e a execução de ideias incomuns, impedindo que certas regras e comportamentos atrapalhem a sugestão de inovações. Mas só isso não é suficiente: é preciso também oferecer um conjunto de recursos e procedimentos que possam fortalecer essas iniciativas.

Quando esse cenário se consolida e todo funcionário internaliza sua liberdade para inovar, a cultura de inovação irrompe na empresa e permite que ela encontre mais ideias e soluções para as suas necessidades.

Como a gestão de inovação ajuda a empresa a crescer

Encontrar maneiras de facilitar o compartilhamento das ideias entre todos os colaboradores é muito importante — afinal de contas, cada um tem uma habilidade e um conhecimento diferente. É a junção dessas qualidades que pode transformar uma pequena ideia numa solução inovadora, capaz de revolucionar os negócios da companhia.

Como todo colaborador pode ter ideias interessantes, um dos maiores desafios da gestão de inovação é encontrar e selecionar as propostas mais promissoras, com a certeza de que elas podem realmente chegar ao mercado.

Não adianta a sua empresa gerar várias ideias sensacionais que não tenham aplicação prática para o seu negócio, certo? Para que isso não aconteça, é essencial que o foco de toda a equipe esteja em criar soluções para as necessidades reais dos clientes da companhia.

Como implantar uma cultura de inovação na sua empresa

O estigma de que a inovação está restrita às empresas de tecnologia ou aos setores tecnológicos de uma empresa é algo que precisa acabar. Se você realmente quer tornar a sua companhia um polo de inovação, todos precisam se comprometer com a ideia de inovar.

É comum que os colaboradores de nível operacional sejam mais resistentes quanto à adoção de novas metodologias. Uma boa maneira de convencê-los a abraçar a nova abordagem é deixar claro que todos terão voz e serão ouvidos: não há ninguém melhor do que eles para pensar em soluções para os desafios que eles mesmos enfrentam todos os dias.

Vencida a barreira de entrada, e com toda a equipe comprometida com a inovação, é chegada a hora de colocar em prática o que era apenas uma intenção. A seguir, listamos para você as etapas fundamentais no processo de implementação dessa nova cultura.

Análise dos problemas e necessidades

Gestores e líderes devem fazer um levantamento detalhado dos problemas enfrentados pela empresa, dos produtos e serviços que podem ser melhorados, dos processos internos que apresentam falhas e das oportunidades ainda não exploradas no mercado.

Reflexões e verificação

Feito isso, é preciso fazer pesquisas profundas sobre o comportamento dos clientes e/ou consumidores. O que eles procuram? O que pensam sobre os produtos e serviços da empresa? Se preciso, vá a campo para ter exemplificações reais dessas questões.

Geração de ideias

Após entender profundamente os dados obtidos nas pesquisas, é a hora de juntar toda a equipe e buscar as melhores soluções para os problemas relatados. Aqui, vale usar todas as técnicas conhecidas, como brainstorming, mapas mentais, design thinking e várias outras.

Seleção das ideias mais promissoras

Depois de gerar um grande volume de ideias, o ideal é deixá-las descansando por alguns dias e fazer um processo de refinamento logo depois. Diferentes métodos podem ser adotados para selecionar as melhores propostas — o importante é que o ambiente seja descontraído, com um senso saudável de competição.

Desenvolvimento e implantação

Transformar as melhores ideias em projetos concretos é o grande objetivo — mas isso não significa, porém, que as propostas escolhidas devem ser implementadas a todo custo. Como qualquer outro projeto, essas ideias devem ser organizadas e executadas sob os cuidados de uma boa gestão.

Qual a relação entre a cultura de inovação e a transformação digital?

A partir do momento em que a sua empresa consolida um ambiente de inovação, fica muito mais simples integrar os departamentos e desenvolver soluções em conjunto. Isso também facilita a vida da equipe de TI, que pode buscar a melhor tecnologia para suprir as necessidades de cada setor.

Inclusive, a continuidade desse processo pode, a longo prazo, contribuir para a transformação digital de toda a empresa e gerar muitos benefícios. Confira alguns deles a seguir.

Economia e agilidade

Muitas das atuais tendências de transformação digital podem se converter em tecnologias indispensáveis para o dia a dia da empresa. A computação em nuvem, por exemplo, parecia coisa de ficção científica há alguns anos — e hoje se tornou corriqueira até mesmo em empresas de pequeno e médio porte.

Tecnologias como Big Data, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Machine Learning e Business Intelligence podem, em pouco tempo, contribuir para agilizar e descomplicar os processos internos da empresa, poupando consideráveis recursos financeiros.

Segurança e integração

O bom uso das novas tecnologias poderá auxiliar na definição e no planejamento dos objetivos estratégicos, apresentando as melhores maneiras de executá-los. Também poderá ajudar no monitoramento da eficácia dessas decisões, tornando possível identificar e reparar os erros mais rapidamente, possibilitando o aprimoramento contínuo de produtos e serviços — e tudo isso com a total proteção dos dados corporativos, especialmente os confidenciais.

Maior produtividade

É muito difícil que uma empresa comprometida com a inovação e com o uso de novas tecnologias não experimente consideráveis ganhos de produtividade. Qualquer melhoria nos processos operacionais gera ganho de tempo e possibilita que os profissionais foquem somente no que realmente importa.

A informação é um dos bens mais valorizados no mundo atual. A nível interno, pode ser vital para descobrir erros, resolver problemas e criar oportunidades de negócios. A nível externo, pode representar uma vantagem competitiva incomensurável — afinal, quando uma empresa conhece detalhadamente os seus clientes, fica fácil descobrir o que eles desejam.

Viu só como consolidar uma cultura de inovação pode ser crucial para manter a sua empresa competitiva no mercado? Se você deseja aprender mais sobre esse assunto, assine a nossa newsletter e receba as novidades sobre as grandes transformações do mundo da TI. Até o próximo artigo!

Gostou desse conteúdo?

Fique atualizado recebendo gratuitamente nossos artigos diretamente no seu email

(Visualizado 120 vezes, 1 vezes visualizado hoje)