Como a computação em nuvem pode otimizar meus investimentos?

Como a computação em nuvem pode otimizar meus investimentos?

Hoje, migrar seus servidores de uma infraestrutura física para um serviço de computação em nuvem se tornou uma tendência irreversível no mercado. As diversas vantagens da cloud computing vêm encantando os gestores de TI, e cada vez mais empresas aderem à nova tecnologia.

E não é à toa. Ao deixar para trás os antigos servidores e data centers, as empresas melhoram os processos da área de TI, cortam custos importantes e, de quebra, ainda ganham em produtividade.

Por isso, neste texto vamos explicar como a computação em nuvem está revolucionando e otimizando os investimentos das empresas. Então, se você deseja ver sua empresa forte no mercado, não deixe de acompanhar. Boa leitura!

O que é computação em nuvem?

Antes de entrarmos nos benefícios da computação em nuvem para os investimentos das empresas, vale a pena darmos uma explicação rápida sobre o que, afinal, é isso.

Em linhas gerais, a nuvem substitui servidores, data centers físicos e redes de computador que ficavam instalados dentro das empresas. Assim, em vez de armazenadas nesses equipamentos, as informações passam a ficar guardadas em servidores remotos.

O acesso à nuvem é sempre feito via internet, e é isso que garante a primeira vantagem desse conceito: todos os dados e informações podem ser acessados de qualquer lugar — bastando apenas que haja um dispositivo conectado à internet.

No modelo em nuvem, grande parte das soluções passou a ser entregue no modelo de pagamento conforme o uso. Agora, os empresários não precisam mais investir grandes valores na aquisição de ferramentas e softwares.

Essa modalidade de contratação de tecnologia permite às empresas “alugarem” soluções de acordo com a demanda e necessidade. Pode até parecer simples, mas é uma característica que permitiu a mais organizações trabalharem com tecnologia de ponta.

Com a nuvem, o uso baseia-se em um dispositivo (móvel ou desktop) com acesso à internet. Basta isso para que os usuários tenham em mãos toda a tecnologia que precisam para melhorar a produtividade no trabalho. Esta é a razão de existir da nuvem: deixar a vida mais fácil para empresas e usuários.

Como a computação em nuvem otimiza o investimento

Uma pesquisa realizada pela Sage — empresa britânica de softwares de gestão — constatou o que os empresários já haviam percebido na prática. Se comparados às soluções tradicionais in house, sistemas em nuvem geram uma economia superior a 25% nos custos de TI.

E esse dado é extremamente relevante, pois expõe o poder da nuvem para otimizar os gastos das empresas. Abaixo, elencamos algumas das maneiras de como a computação em nuvem pode otimizar os seus investimentos. Acompanhe.

Preços flexíveis

Uma das grandes vantagens dos serviços oferecidos em nuvem é a flexibilidade e escalabilidade dos preços, recursos e planos.

Se você precisa armazenar informações na nuvem, por exemplo, você pode “alugar” apenas a quantidade de gigabytes necessários para a sua demanda. E, se precisar de mais espaço, basta dar um upgrade no plano — bem simples.

Dessa forma, você paga apenas por aquilo que usar. Do contrário, no caso de uma infraestrutura física, você teria que comprar um novo equipamento toda vez que sua demanda aumentasse. Ou seja, é uma grande economia para o seu bolso.

E o melhor de tudo nas soluções cloud é que o pagamento pelo serviço é feito pelo uso. Não é necessário desembolsar grandes valores de uma só vez para adquirir uma infraestrutura de TI.

Mais previsibilidade nos investimentos de TI

Uma das vantagens que a nuvem proporciona para o seu investimento é melhorar a previsibilidade de gastos que sua empresa terá com a área de TI. Para entender essa questão, vamos lançar mão de um exemplo.

Uma empresa utilizava um servidor interno (próprio) até o dia em que o equipamento começou a gerar problemas e parou de funcionar. Diante disso, a empresa precisou desembolsar um determinado valor  para tentar consertar o servidor. Sem sucesso, teve que  comprar um novo equipamento.

Somando tudo, a empresa precisou fazer um investimento vultoso, em pouco tempo e que não estava previsto no orçamento.

Para evitar situações como essa, o cloud computing é a estratégia ideal. Como os serviços são consumidos de acordo com a necessidade, a empresa não precisa se preocupar com surpresas.

Todos os gastos estarão previstos dentro da mensalidade. Você não precisará se preocupar com solavancos e dinheiro gasto com manutenção. Dessa forma, será possível prever com muito mais precisão qual será o gasto da empresa em TI.

Menos gastos com mão de obra

Manutenção dos sistemas ou dos bancos de dados exigem muito trabalho e uma equipe interna focada nessas tarefas.

Ao aderir às soluções em nuvem, você não precisa mais se preocupar em contratar e manter uma equipe dedicada a cuidar da infraestrutura. Afinal, a manutenção é realizada diretamente pela empresa fornecedora das soluções em cloud computing.

Mais produtividade interna

Graças à computação em nuvem, também fica muito mais fácil para os funcionários gerenciarem e trocarem informações internamente.

Isso porque a cloud permite o acesso rápido e fácil por meio da internet. Assim, os funcionários podem compartilhar informações, recuperar dados e acompanhar o trabalho dos colegas em tempo real.

A nuvem é especialmente boa para equipes de campo, por exemplo, otimizarem sua força de vendas. Com um smartphone ou tablete conectado à internet, o time que atua fora da empresa tem acesso constante às informações.

Dessa forma, ninguém mais precisa carregar pastas cheias de anotações e documentos: tudo fica guardado e é acessado na nuvem. Sem dúvida, uma ajuda grande para aumentar a produtividade da equipe externa.

Mais segurança para suas informações

Sim, a nuvem é segura. Quando essa tecnologia surgiu, o principal questionamento era sobre a segurança dos dados. Com as informações armazenadas em servidores externos, os empresários ficavam receosos se isso não abriria brechas para vazamentos de dados.

O tempo passou e as soluções em cloud amadureceram bastante, principalmente no que tange a questão de segurança. Hoje, existem procedimentos e certificações de segurança, e boas práticas foram definidas para garantir a proteção das informações.

Uma boa notícia principalmente para empresas que não possuem capital para investir na própria segurança. Contratar pessoas e softwares nesse ramo pode sair muito caro.

Por isso, ao utilizar a nuvem você terá como otimizar os investimentos em segurança. Afinal, toda essa parte ficará a cargo do serviço da nuvem que você irá contratar. Ele irá disponibilizar antivírus, firewall e monitoramento constante contra invasões.

Sem limites para crescer

Empresas em crescimento constante costumam desperdiçar muito dinheiro na atualização da infraestrutura em TI. Sempre que houver necessidade, a diretoria compra novos sistemas, servidores e, depois de um tempo, ficam obsoletos e precisam ser substituídos por outros.

Com a computação em nuvem isso não ocorre graças a sua característica elástica. Quem adota a nuvem, contrata serviços e infraestrutura apenas quando precisa. Se o crescimento for muito rápido, basta um clique para comprar novas licenças de software ou aumentar o espaço no servidor, por exemplo.

Por isso, a nuvem é a solução preferida por startups em fase de tração, ou seja, quando conquistam muitos usuários e precisam aumentar a infraestrutura de TI quase que diariamente.

 

Então, gostou do nosso post? Entendeu bem como a computação em nuvem otimiza os custos da sua empresa? Agora, aproveite para se aprofundar um pouco mais no assunto e confira também porque a computação em nuvem já é uma realidade nas empresas!

 

Gostou desse conteúdo?

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos diretamente no seu email

Também pode lhe interessar