CentralServer divulga resultados com o teste do protocolo IPv6

O CentralServer  realizou uma bateria de testes com o protocolo IPv6 durante o mês de fevereiro. O IPv6 irá substituir o IP versão 4 – identificador dos computadores em todo o mundo – o protocolo com 32 bits e que gerou 4,3 bilhões de combinações. “Em 2011, a entidade que controla a distribuição dos endereços IP, a Internet Assigned Number Authority, divulgou que forneceu os últimos lotes de IPv4 aos continentes”, explica Juliano Simões, diretor de Tecnologia do Central Server. Assim, com o esgotamento de distribuição dos endereços IPv4, todos os sites, aplicativos ou aparelhos conectados à internet terão que estar adaptados ao IPv6, que utiliza 128 bits e possibilita mais de 340 “undecilhões” de endereços.

A expectativa é que em até três anos os endereços IPv4 sejam finalizados. Portanto, desde já, entidades nacionais e internacionais promovem ações globais para testar o novo protocolo, com o intuito de evitar panes ou bugs.

Durante o Campus Party Brasil, o CentralServer foi uma das empresas brasileiras que participou de testes coordenados de funcionamento do IPv6, que envolveu portais web, provedores de acesso, serviços de internet e usuários finais. “Realizamos vários testes de conectividade com o novo protocolo, que confirmaram a viabilidade de operação dos sites em modo dual-stack, ou seja, com IPv4 e IPv6 funcionando em paralelo. Nosso objetivo é dar continuidade ao processo de implantação do modo dual-stack nos domínios que hospedamos, o que deve ser concluído até o final deste ano”, diz Simões.

Clique aqui para baixar essa notícia em formato PDF.

 

 

Gostou desse conteúdo?

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos diretamente no seu email

Também pode lhe interessar