Cloud computing ou Outsourcing de TI: o que vale mais a pena?

Cloud computing ou Outsourcing de TI: o que vale mais a pena?

Entre as tendências de TI que ganharam força no meio corporativo nos últimos anos, duas se destacam: o outsourcing de TI e o cloud computing. Ambas dão às empresas mais capacidade para planejar investimentos, melhoram fluxos de trabalho e flexibilizam a cadeia operacional do setor de TI. Mas qual das duas pode representar um melhor investimento para o seu negócio? Saiba no texto de hoje!

O que é cloud computing?

O cloud computing, ou computação em nuvem, é uma tecnologia que ganhou força com a popularização das conexões de alta velocidade. Permite que a infraestrutura e plataformas de serviços sejam hospedados em data centers remotos, com acesso via web ou por meio de aplicativos.

As plataformas de cloud computing permitiram a criação de novos modelos de negócios. É o caso, por exemplo, do SaaS (Software as a Service, ou Softwares como Serviço, em tradução direta), em que sistemas são executados via web. Por meio dele, empresas podem licenciar softwares corporativos de acordo com o número de usuários, diminuindo os gastos com a aquisição de equipamentos. Dessa forma, o empreendimento ganha mais flexibilidade, mobilidade e capacidade de atender a demandas de clientes.

Em alguns casos, a empresa opta pela plataforma para execução dos softwares internos, como o ERP. Nesse modelo, o cloud computing é utilizado para dar mais segurança às aplicações corporativas, melhorar a sua performance e escalabilidade. Além disso, a disponibilidade de soluções de TI é ampliada, permitindo às empresas fornecerem serviços com maior valor agregado.

Quais as principais vantagens do investimento na nuvem?

O uso da nuvem traz grandes vantagens para empresas. Hoje, o uso de serviços baseados na nuvem é visto como uma opção estratégica para empreendimentos que buscam renovar os seus fluxos de trabalho e criar serviços mais competitivos.

A disponibilidade imediata, assim como a alta flexibilidade, facilitam o provisionamento e ajuste dos recursos contratados de acordo com a demanda interna. Além disso, o modelo de contratação de recursos sob demanda pode gerar uma grande otimização nos custos operacionais do empreendimento.

Já a possibilidade de acessar serviços e dados a partir de qualquer dispositivo com conexão à internet, por exemplo, dá mais agilidade e mobilidade para o negócio. O suporte a clientes torna-se mais ágil, contribuindo para a empresa manter sua competitividade.

Os sistemas de gestão na nuvem têm um papel de peso na otimização dos processos de tomada de decisão. Com maior disponibilidade de dados e integração de times, gestores conseguem avaliar melhor os cenários da empresa antes de definir quais investimentos serão feitos.

O que é o outsourcing de TI?

O outsourcing de TI pode ser definido como a prática de terceirizar rotinas de manutenção, suporte e demais processos operacionais do setor de TI. Nesse caso, uma prestadora de serviços é responsável por rotinas como a implementação da infraestrutura e softwares, gestão de processos e sistemas internos.

Essa estratégia pode ser vista como uma forma de tornar os fluxos de trabalho da empresa mais flexíveis, dar mais capacidade para o setor de TI atender a demandas de clientes e direcionar com mais eficiência os fluxos de trabalho do setor.

Quais as principais vantagens do investimento na terceirização de processos de TI?

A terceirização de TI pode trazer diversas vantagens para o setor de TI. Um dos primeiros pontos que serão vistos pelo gestor é a flexibilidade de ajustar o número de profissionais na área de TI conforme o necessário, evitando períodos de grande sobrecarga ou ociosidade da equipe.

Atividades de grande porte e outros projetos de TI, como a migração para a nuvem, por exemplo, passam a demandar um prazo menor para serem executados. Com a possibilidade de alocar profissionais especialistas, a curva de aprendizagem de novas tecnologias é reduzida, acelerando a entrega de resultados.

O direcionamento de atividades também é aprimorado. Esse é um fator chave, especialmente para empresas que necessitam de uma rotina mais eficaz e com menos problemas. O gestor de TI pode priorizar melhor atividades críticas para os seus times, dando mais capacidade de atuação para setores de help desk e service desk.

Afinal de contas, qual é a opção mais eficaz?

Hoje, a terceirização é vista por vários empreendimentos como uma forma de ganhar mais flexibilidade operacional e reduzir custos administrativos. O investimento nessa solução pode ampliar a capacidade do setor de TI atender a demandas internas, investir em novos projetos e executar iniciativas de grande porte. Consequentemente, a empresa pode considerar esse tipo de estratégia sempre que passar a enfrentar gargalos relacionados à capacidade de seus técnicos atenderem a demandas de usuários.

Por outro lado, o cloud computing é um investimento mais amplo, de aplicação estratégica nos negócios. A nuvem traz mais flexibilidade e mobilidade operacional para todos os profissionais de uma empresa. Assim, sua adoção contribui para gerar mais lucros a médio e longo prazo.

Outro ponto a se destacar é o ganho de confiança na infraestrutura de TI. Como a empresa conta com versões constantemente atualizadas dos recursos computacionais, a segurança e a performance das ferramentas utilizadas são constantemente aprimoradas.

Diante disso, podemos definir o investimento em cloud computing como uma estratégia de benefícios mais abrangente, que deve ser considerada por empresas que buscam reduzir gastos com compra de equipamentos, ganhar agilidade, clareza e mobilidade. Permite que a empresa atenda com mais agilidade seus clientes, otimize o seu uso de recursos e, ao mesmo tempo, torne as suas ferramentas mais escaláveis.

Em muitos casos, as duas opções abordadas neste artigo – Cloud computing e Outsourcing de TI –  podem ser vistas como complementares, uma vez que ambas as soluções proporcionam uma melhor alocação de recursos e ganho de produtividade. Assim, o setor de TI pode direcionar com maior precisão suas atividades e atingir uma alta performance.

 

E aí, gostou do nosso post e quer ficar por dentro das principais novidades sobre cloud computing e tecnologia para o ambiente corporativo? Então assine já a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão!

Também pode lhe interessar